/“Eduardo Cunha era uma máquina de arrecadar dinheiro e impressionava todo mundo”, diz Pedro Corrêa

“Eduardo Cunha era uma máquina de arrecadar dinheiro e impressionava todo mundo”, diz Pedro Corrêa

BRASÍLIA – O deputado federal cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) era uma “máquina de arrecadar dinheiro”, disse em seu acordo de colaboração premiada o ex-deputado Pedro Corrêa (ex-PP), conforme depoimento divulgado no site da Câmara dos Deputados.

De acordo com Corrêa, Eduardo Cunha – que teve o mandato cassado pela Casa em setembro do ano passado – estava por trás de um esquema de arrecadação de dinheiro da Petrobrás para abastecer o PMDB.  Segundo Corrêa, Cunha recebeu “com certeza” parte do dinheiro que os ex-diretores da Petrobrás Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró conseguiram para o partido na eleição de 2006.

 Em agosto deste ano, a delação de Corrêa foi homologada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu manter o sigilo. O depoimento, no entanto, foi tornado público agora pela Câmara.

(Estadão)

Comente com Facebook