/CANDIDATURA DE TASSO É FORMA DE PRESSÃO SOBRE POSIÇÃO DE EUNÍCIO

CANDIDATURA DE TASSO É FORMA DE PRESSÃO SOBRE POSIÇÃO DE EUNÍCIO

A mídia cearense vem divulgando uma possível candidatura do Senador  Tasso Jereissati ao Governo do Estado, mas o próprio Senador ainda não se manifestou publicamente sobre o assunto, tudo anda no campo das suposições. Tasso é sem dúvida um dos melhores quadros da política cearense, no entanto, não tem mais essa motivação para o Palácio da Abolição, uma vez que já ocupou o cargo por três vezes (1986, 1994 e 1998).

Depois da divulgação de uma possível aliança entre o Governador Camilo Santana e o senador Eunício Oliveira cogitando-se a possibilidade das duas vagas do senado serem ocupadas por Cid e Eunício, houve um verdadeiro alvoroço  na política cearense. A oposição se sentiu perdida por ter que trabalhar outro nome no ano da eleição. O senador Tasso seria a única saída com estatura e envergadura moral para uma eleição bem disputada, o sonho dos prefeitos do interior, que neste caso poderiam barganhar benefícios para seus municípios.

A oposição tenta pressionar Eunício Oliveira a sair candidato ao governo com o objetivo de ter um peito equilibrado e salvar as bancadas do legislativo, tanto na esfera Estadual quanto Federal. Eunício teria motivação suficiente para disputar o Governo do Estado, uma vez que nunca ocupou a cadeira do Palácio da Abolição, diferente de Tasso. Contudo, entre correr o risco de perder mais uma eleição e salvar o mandato de senador, Eunício prefere a segunda opção.

Tanto a candidatura de Tasso, quanto a aliança  de Eunício com Camilo e por tabela com os Ferreira Gomes, ainda estão no campo do possível. Os desdobramentos do cenário nacional ainda são imprevisíveis e podem modificar o quadro local.

 

Comente com Facebook