/JORNAL DA 104 FOI SUSPENSO ATÉ SEGUNDA ORDEM. POR REGINALDO SILVA

JORNAL DA 104 FOI SUSPENSO ATÉ SEGUNDA ORDEM. POR REGINALDO SILVA

A frase que da título a matéria foi divulgada em um grupo de WhatsApp pelo radialista Denes Lima em um grupo privado e rapidamente viralizou pelas redes sociais. Em outra rede rede social Facebook, os comentários são os mais variados sobre a suspensão do programa jornalístico de maior audiência em Nova Russas, de acordo com dados de uma pesquisa divulgada recentemente pelo Martmag.

“Será se é porque o Edilson está falando a verdade, pergunta um internauta. Por que será? Eu amo o Jornal da 104, que volte logo. ” O motivo é óbvio, os radialistas não estão dando conta de calar a voz do povo… E acabam se revoltando também com tanta irresponsabilidade… do governo que prometeu 1001 coisas e até agora não deu conta nem de 10% delas fazendo o mínimo que é”, sentencia outro. Os mais prudentes pedem para não fazerem juízo de valor. Vamos aguardar! Muita calma nestas horas, relata outro facebookiano.”

O fato é que o fato existe e algumas perguntas necessitam serem respondidas, pela direção da emissora. De onde partiu a primeira ordem para suspender o jornal? Quem suspendeu a realização do jornal no primeiro momento? Quais os motivos que levaram a suspensão de um programa que é feito para comunidade? Detalhe, em uma rádio comunitária, os legítimos donos são a própria comunidade. As pessoas responsáveis pela Associação da Rádio Comunitária Timbaúba FM, que administra a emissora precisam dar uma satisfação a sociedade.

Fico imaginando a Globo suspendendo o Jornal Nacional por interesses contrariados de seus donos. Mesmo que algo esteja errado na grade de programação existem outras medidas a serem tomadas, desde que não afete diretamente a sociedade. O povo de Nova Russas há muito tempo assiste a muitos desmandos passivamente. Não age, não cobra, não se manifesta, não vai para ruas, é por essa razão que tem passado por maus  bucados devido seu estado de letargia.

Historicamente falando, nunca na história de Nova Russas foi montado uma estrutura de Poder de uma mesma família com tanta força no município, onde o filho é o prefeito, a mãe presidente da Câmara, o pai Secretário de Finanças, o primo Deputado Estadual, os meios de comunicação sendo suspensos, os sindicatos amordaçados e os vereadores divididos em dois blocos dentro do mesmo governo. Nem no governo dos Mourões e nem na época do grupo Empa houve tanta concentração. É óbvio que foi o povo que colocou, que decidiu, que escolheu assim. Mas vem o questionamento. Era assim mesmo que queríamos? foi assim que idealizamos? É esse o modelo que desejo para nossa cidade? Ninguém mais pode responder esses questionamentos a não ser o próprio povo. Diante das respostas, só ele pode tomar as devidas decisões.

Não quero aqui fazer juízo de valor e incriminar a direção da emissora,  mas é preciso uma explicação sobre de onde partiu essa ordem para suspensão do programa jornalístico.  A censura ficou nos anos de chumbo da Ditadura Militar e não temos a menor saudade daquela época e muito menos revivê-la em Nova Russas.

O povo precisa exigir a volta do Jornal da 104  com a mesma liberdade de informação e participação, ou se mobiliza agora para cobrar seus direitos ou estará dando o sinal que se rendeu as leis do poder.

Fica o convite também ao Ministério Público que até aqui assistiu a tudo no mesmo estado de letargia do povo, é imperioso que alguém comece a zelar pelos direitos dos menos favorecidos!

Viva a Liberdade de Imprensa!

 

Comente com Facebook