/Janot defende no STF manutenção da prisão de Cunha

Janot defende no STF manutenção da prisão de Cunha

O procurador-geral da República (PGR), Rodrigo Janot, defendeu, em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a manutenção da prisão do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em Curitiba. Ele está encarcerado desde outubro do ano passado, após ordem de prisão preventiva expedida pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância.

A manifestação de Janot foi dada em um dos três processos abertos pela defesa de Cunha no STF, na tentativa de libertar o ex-presidente da Câmara dos Deputados. O procurador-geral da República destacou que há uma clara reiteração de pedidos, o que não seria permitido. Segundo Janot, o ex-deputado faz sucessivas tentativas de desviar a finalidade de procedimentos judiciais, numa demonstração da “marca da personalidade criminosa de Eduardo Cosentino Cunha”.

(Veja)

Comente com Facebook