/ASSALTO AO BANCO DO BRASIL DE IPUEIRAS, O CANGAÇO VOLTOU

ASSALTO AO BANCO DO BRASIL DE IPUEIRAS, O CANGAÇO VOLTOU

Cangaço é o nome dado ao movimento armado de nômades nordestinos que ficou conhecido pela intensidade de crimes violentos e cruéis cometidos no Nordeste do Brasil. O  movimento teve seu auge entre o final do século XIX e início do XX.

Formados por sertanejos, jagunços, empregados de latifúndios, capangas e pistoleiros, os grupos do cangaço espalhavam terror e medo por onde passavam.

Os grupos armados de hoje que invadem as cidades para assaltar, explodir agências bancárias, fazer reféns e fazer causar pânico e terror aos moradores, não difere muito da prática desenvolvida pelos cangaceiros da República Oligárquica.

Em Ipueiras, moradores da cidade  viveram um verdadeiro momento de Pânico na madrugada deste domingo 09/07/2017, quando vários homens citiaran a cidade fazendo pessoas reféns e trocando tiros com a Polícia Militar.
No momento do assalto, três policiais militares se encontravam de serviço, sendo eles: Sargento Robério, soldado Chagas e soldado F Júnior.
A PM  informou que eram cerca de 15 homens fortemente armados que chegaram ao lo9cal e explodirama agência do Banco do Brasil de Ipueiras . Os bandidos todos  Encapuzados e com armas de grosso calibre.
Logo após a explosão da agência do Banco do Brasil, houve uma intensa troca de tiros causando bastante terror no entorno do local, pessoas presas em estabelecimentos e em outros locais.
Durante a troca de tiros entre a quadrilha e os PMs , possivelmente um dos bandidos tenha saído  lesionado  a bala, chegando a ser Socorrido pelos seus comparsas que fugiram levando o elemento atingido dentro de um dos veículos usados pelo grupo.
REFÉNS:
Várias pessoas foram feitas de reféns pelos assaltante, inclusive o ônibus dá Banda do cantor João Bandeira, que havia acabado de fazer um show na cidade de Tamboril, e que se deslocava para o município de Ipu onde faria outra apresentação, o veículo foi interceptado pela quadrilha no momento que passava na cidade de Ipueiras no momento que era realizado o assalto.
Todos os integrantes da Banda de João Bandeira foram feitos de reféns, e infelizmente duas pessoas que estavam no ônibus dá Banda acabaram sendo atingidos a bala.
As duas pessoas baleadas foram identificadas como sendo:
1° Antônio Elton Rodrigues da Costa ,o qual levou um tiro na perna esquerda, sendo Socorrido para o hospital de Ipueiras onde recebeu atendimento médico e já se encontra de alta .
A 2° vítima foi: Eliene Bezerra Nogueira, a qual levou um tiro no abdômen e outra na coxa esquerda, sendo esta transferida em estado grave para a santa casa de Sobral.
Vale ressaltar que as duas vítimas integram a Banda de João Bandeira.
Outro que também presenciou a ação dos elementos, foi o agente dá cadeia pública de Ipueiras, que não teve seu nome revelado, o qual relatou detalhes da operação dos bandidos. Segundo ele, Banco fica próximo da cadeia pública e constatou toda operação, no incípio chegou a pensar que os elementos fossem fazer um resgate na referida cadeia.
“Eu nunca tinha visto uma coisa daquela, pensei que eles” bandidos” iriam resgatar ou executar alguém aqui na cadeia, e eu de imediato apaguei as luzes e fiquei observando a ação dos elementos, cheguei a ver por sinal quando eles abordaram o ônibus da Banda do João Bandeira.” disse o agente penitenciário.
 Após o assalto o grupo de assaltantes  fugiram por volta de uma hora da madrugada, o bando foi visto passando em alta velocidade no Bairro da Estação. Acredita-se que comparsas estariam dando cobertura ao bando, uma testemunha afirmou que pelo menos quatro homens armados bloquearam a rodovia estadual CE-187 próximo a entrada do distrito de Abílio Martins, na zona rural de Ipu.
Reforço polícial de toda região se encontram no município de Ipueiras em diligências a procura da quadrilha que segue foragida.
Detalhes:. Todos os reféns já foram libertados.
Cápsulas de balas no local.
Agência Bancária.
Banco do Brasil.
(Com informações do blog Ipaporangaranga Noticias)

Comente com Facebook