/Dia Mundial da Voz é comemorado com workshop no Tribunal de Justiça

Dia Mundial da Voz é comemorado com workshop no Tribunal de Justiça

A Divisão de Saúde Ocupacional do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) promoveu, nesta segunda-feira (17/04), um workshop sobre cuidados com a voz. O objetivo foi orientar sobre preservação e possíveis doenças, além de comemorar o Dia Mundial da Voz, celebrado em 16 de abril.

A fonoaudióloga do Poder Judiciário, Camila Beviláqua, falou sobre as principais causas de alterações e alertou para um transtorno que tem se tornado comum: o refluxo. Segundo a fonoaudióloga, essa doença pode causar tosse crônica, pigarro e rouquidão, por exemplo. Ao perceber algum desses problemas, é necessário procurar ajuda profissional, além de evitar a ingestão de café, chocolate, hortelã, bebidas gasosas e alimentos muito gordurosos. Fumar e ingerir bebidas alcoólicas também favorece o refluxo.

Camila Beviláqua também instruiu sobre cuidados diários que os servidores devem adotar para uma melhor saúde vocal. Entre as orientações estão comer devagar, mastigar mais de trinta vezes, fracionar refeições e deitar-se somente duas horas após comer.

Em seguida, a fonoaudióloga ensinou exercícios básicos aos participantes, como os de aquecimento e desaquecimento vocal. Ela ainda esclareceu dúvidas relacionadas ao assunto.

Para Joseton Silva, servidor da Divisão de Educação Corporativa, a palestra foi bastante produtiva. “A gente pensa que sabe muita coisa, porém não é bem assim. Tenho refluxo e sempre tomei chá de hortelã. Só hoje descobri que não é bom. Foi muito importante participar porque precisamos cuidar da voz, além de orientar nossos amigos e parentes”, destacou.

Paulo Henrique Venceslau, além de servidor do Departamento de Engenharia, é cantor. Ele já recebe acompanhamento fonoaudiológico há dois meses e tem percebido avanços. “Procurei por causa de uma fenda vocal. Mesmo sabendo que precisava me cuidar, eu deixava um pouco de lado. Agora estou quase 100%, ainda preciso melhorar em algumas coisas por causa do refluxo. Tirei muitas dúvidas e achei válida essa palestra que serve para todos, até porque a voz é nosso instrumento de comunicação”, ressaltou.

A fonoaudióloga Camila Beviláqua atende no Tribunal de Justiça todas as segundas e quartas-feiras, das 8h às 12h, no andar térreo. As consultas podem ser agendadas pelos telefones 3207.7206 ou 7208. Às terças, quintas e sextas-feiras o atendimento é feito na Creche-Escola do Poder Judiciário.
Na próxima quarta-feira, dia 19, às 14h, ela estará no Fórum Clóvis Beviláqua para tirar dúvidas dos colaboradores que atuam na unidade. O workshop será ministrado na Divisão de Saúde. Para saber mais informações é só ligar 3492.8140.

Comente com Facebook