/Jaguaruana vive momentos de terror, seis pessoas foram mortas em confronto com a polícia em mais um ataque a banco no Estado

Jaguaruana vive momentos de terror, seis pessoas foram mortas em confronto com a polícia em mais um ataque a banco no Estado

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) aponta que seis pessoas morreram e quatro foram presas suspeitas do ataque a banco no município de Jaguaruana. A ação criminosa aconteceu durante a madrugada do sábado, 1º.
Os  criminosos estavam em cinco motocicletas e três veículos que davam apoio ao grupo. Os assaltantes atiraram contra os policiais e houve troca de tiros. No confronto, quatro homens foram atingidos e morreram no local. Outro dois suspeitos foram baleados e levados para hospitais na região, mas não resistiram aos ferimentos e morreram nas unidades de saúde.

Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) deu apoio aéreo aos policiais durante as primeiras horas da ocorrência.

Segundo a SSPDS, dois fuzis, duas pistolas, uma espingarda e materiais explosivos foram apreendidos no local. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), do Batalhão de Choque foram acionadas para manusear os explosivos deixados no local.

Durante a fuga, dois automóveis utilizados pelos criminosos colidiram e foram abandonados. Equipes do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Divisas, dos destacamentos da Polícia Militar dos municípios vizinhos realizam diligências.

A Delegacia de Roubos e Furtos e equipes da Polícia Civil da região também estão no local dando apoio. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as Polícias do Rio Grande do Norte também atuam na ação.

 Momentos de terror

Os moradores de Jaguaruana passaram por momentos de terror durante a madrugada. Nas redes sociais, as pessoas divulgavam áudios com o barulho dos tiros.

Nesta manhã quem precisou utilizar as vias que dão acesso ao município se deparou com grampos colocados na pista. Um ônibus furou os pneus e os próprios moradores retiravam o material da via.

Comandantes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Comando Tático Rural (Cotar) estão no local dando continuidade na operação. Vídeos mostram corpos sendo levados em caminhonetes da Polícia e feridos passando por atendimento médico.

(O Povo)

 

Comente com Facebook