/Eurico provoca: ‘Por mais que eu faça força, não consigo perder do Flamengo’

Eurico provoca: ‘Por mais que eu faça força, não consigo perder do Flamengo’

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, não perdeu a chance de tripudiar do Flamengo após a equipe cruz-maltina arrancar um empate contra os rubro-negros nesta quarta-feira em 1 a 1, em Brasília.

O mandatário não deu declarações aos jornalistas presentes no local, mas pediu para assessoria do clube passar um recado para a imprensa.

A mensagem foi: “Por mais que eu faça força, não consigo perder do Flamengo”.

O Vasco não perde para o rival desde 22 de março do ano passado. De lá para cá, foram oito jogos, com cinco vitórias e três empates.

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, respondeu mais tarde ao comentário de Eurico. “A conversa não chegou na segunda divisão”, disse.

Na coletiva de imprensa, Jorginho foi perguntado sobre a declaração do mandatário. E o técnico do Vasco disse que não era o seu estilo dar este tipo de declaração. “Respeito muito o nosso presidente, mas eu sou mais comedido em minhas declarações. Eu queria parabenizar o Flamengo pela atuação”, disse.

Jorginho (dir.) durante o jogo do Vasco contra o Flamengo© Paulo fernandes/Vasco.com.br Jorginho (dir.) durante o jogo do Vasco contra o Flamengo

Jorginho se mostrou extremamente satisfeito com o rendimento da equipe e destacou muito o espírito de luta mesmo após o Vasco sair atrás no placar com 15 minutos para o duelo terminar.

“Foi um jogo digno de Vasco e Flamengo. As duas equipes tiveram oportunidades, o Flamengo um pouco mais por buscar um pouco mais o resultado. Nossa situação permitia o empate. Vencemos o Botafogo e o empate aqui, não seria um mau resultado. O Flamengo se expôs um pouco mais. Estou muito satisfeito”.

“Fico muito feliz com a reação. Não entregaram, continuaram com uma pegada forte, acreditando. Fomos felizes, falando do Riascos com o Thalles, que estava bem. Queria mudar um pouco a maneira de jogar, com mais velocidade entre os zagueiros. Fomos felizes em uma bola parada, estou muito satisfeito. Feliz com a postura, das adversidades, foi fundamental essa entrega dos jogadores”, concluiu.

Comente com Facebook