/1,5 mil professores iniciam trabalhos

1,5 mil professores iniciam trabalhos

As aulas na Escola Municipal de Educação Bilíngue Francisco Suderland Bastos Mota, no Itaperi, começaram na manhã de ontem. A previsão é de que o colégio, inaugurado pela Prefeitura como primeira escola pública bilíngue Libras/Português do Ceará, inicie no período integral no dia 18 de fevereiro. A unidade tem 100 alunos. Todos têm alguma relação com a deficiência. Seis dos estudantes são surdos.

As aulas das outras 505 unidades do Município também começaram ontem. Os 1.505 professores aprovados no último concurso, realizado no ano passado, também iniciaram os trabalhos. Do total, na modalidade bilíngue foram aprovados quatro professores — dois deles para Português e Libras.

Outros dois educadores passaram no concurso para Educação Física e Libras e atuarão exclusivamente na Francisco Suderland Bastos Mota. Um dos professores aprovados para a escola bilíngue, o educador físico David Lima, 29, aponta que o desafio é formar cidadãos conscientes de seus direitos e deveres. “É deixá-los preparados não só para o mercado de trabalho, mas para a vida”. David é filho de pais surdos. O professor lembra que a rede municipal recebe matrículas durante todo o ano. “Queremos ampliar o acesso e ter mais alunos com a deficiência”, confirma.

Começo das aulas
De farda azul, calça comprida e mochila, Maria Rita Batista, 6, chegou cedo à Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental André Luís, no Jangurussu. “O que eu mais gostei foi de pintar”, disse, no fim da aula.

A estreia não se restringiu à menina. A professora Kaliane Santos da Silva, 29, foi aprovada no último concurso e começou os trabalhos ontem. “O processo de educação infantil é contínuo e maravilhoso. O maior prêmio é quando um dos meus alunos se torna cidadão. O que me deixa mais motivada é o reconhecimento dos próprios alunos. Quando eles aprendem a ler e a escrever é o meu orgulho”, diz. (Angélica Feitosa)

Comente com Facebook