/Inspetor é baleado ao intervir em tentativa de homicídio

Inspetor é baleado ao intervir em tentativa de homicídio

O policial civil saía da delegacia do Conjunto Ceará quando se deparou com a ação. Ele teria levado um tiro na perna ao se identificar como inspetor. Uma pessoa foi detida e quatro prestariam depoimento na DP

Um inspetor da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) foi baleado nas proximidades do 12º DP (Conjunto Ceará), na noite de ontem.

 

As informações foram confirmadas pelo titular do 12º DP, delegado Pedro Viana, que foi até a delegacia para acompanhar o caso.

 

Segundo a Polícia Civil, um homem teria ido matar um desafeto e o inspetor José Valdei Mariano foi intervir, mas acabou ferido na perna. No momento em que o inspetor se identificou como policial foi atingido. Uma viatura da Polícia Militar socorreu o ferido, que foi encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (Centro).

 

De acordo com funcionários do IJF, a bala atingiu a parte inferior da coxa. Foi retirada e o policial faria um exame de raio X antes de ser liberado. Ele não corria risco de morte.

 

O suspeito do crime foi preso pela equipe da Força Tática de Apoio (FTA) do 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM). Ele foi levado ao 12º DP para a realização do flagrante.

 

Segundo o sargento Enoque Júnior, que esteve na ação, o policial civil estava no plantão e ia comprar um lanche quando se deparou com o suspeito. “Parte da nossa equipe socorreu o policial e a outra foi atrás do autor do crime, que foi encontrado alguns quarteirões depois da delegacia”, relatou.

 

Conforme o sargento, o suspeito foi capturado nas proximidades da Avenida A. O revólver calibre 38, que teria sido utilizado na ação, foi apreendido e encaminhado ao distrito policial.

 

Segundo a Polícia Civil, quatro adultos e um adolescente de 16 anos foram levados à delegacia, em continuidade ao procedimento, mas não havia informações se eles iriam participar do flagrante. Caso for comprovado o envolvimento do adolescente, ele, posteriormente será encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

 

Várias viaturas se deslocaram até o local do crime e moradores do bairro escutaram barulhos de tiros, pois a área fica no Polo de Lazer do bairro, que é cercado por restaurantes e parques.

 

A Associação de Profissionais de Segurança (APS) esteve no hospital, mas o inspetor já havia recebido alta e teria voltado à delegacia.

Comente com Facebook