/Madre Teresa virará santa por suposta cura de câncer de brasileiro

Madre Teresa virará santa por suposta cura de câncer de brasileiro

O papa Francisco autorizou ontem (17) a canonização da madre Teresa de Calcutá após a Igreja Católica reconhecer como milagre a cura de um brasileiro com câncer, segundo o jornal católico “Avvenire”.

A informação ainda não foi confirmada pelo Vaticano. Ligada a bispos italianos, a publicação diz que a decisão de Francisco de tornar santa a freira albanesa será anunciada em fevereiro e a cerimônia oficial de canonização será realizada em setembro.

O suposto milagre teria ocorrido em Santos (SP) em dezembro de 2008. O homem, hoje com 42 anos e que não teve o nome divulgado, estava em estado terminal e em coma devido a um câncer no cérebro e seria operado em um hospital da cidade paulista.

A intervenção precisou ser adiada por meia hora devido a um problema técnico no centro cirúrgico. Quando o médico voltou à sala de cirurgia, encontrou o paciente acordado, sentado e sem nenhuma sequela do tumor no cérebro.

Segundo testemunhas, os familiares do homem fizeram por meses orações à madre Teresa de Calcutá para pedir por sua recuperação depois da descoberta do câncer em estágio avançado. A mulher do paciente era devota fervorosa da beata albanesa.

As provas do milagre foram enviadas ao Vaticano em setembro pela Diocese de Santos, três meses antes do início da coleta de informações. Se confirmada a reportagem do jornal “Avvenire”, trata-se do segundo milagre de madre Teresa.

O primeiro foi comprovado em 2003. Na época, a Igreja Católica reconheceu que o câncer de estômago da indiana Monica Besra desapareceu devido à intercessão divina da freira albanesa.

Estágios –

Para alguma personalidade ser santificada, é necessário superar três estágios. O primeiro é que suas virtudes sejam reconhecidas pelo Vaticano, tornando-se um venerável servo de Deus.

A personalidade vira beata se for reconhecido um milagre e santa, no caso de um segundo milagre. O rito só pode ser alterado por ordem do papa, como Francisco fez para canonizar o papa João 23 sem a necessidade de um segundo milagre.

Os rumores sobre a canonização de madre Teresa começaram há cinco meses. Em setembro, o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que a cura do câncer do brasileiro por milagre era “uma hipótese de trabalho”.

Nascida Ines Gonxha Bojaxhiu em 20 de agosto de 1910 em Skopje, na atual Macedônia, madre Teresa foi a fundadora da Ordem das Missionárias da Caridade e foi reconhecida por sua proximidade com os mais pobres e desamparados.

Devido a seu trabalho em todo o mundo, recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1979. Seu enterro, em 5 de setembro de 1997 na cidade indiana de Calcutá, foi acompanhado por chefes de Estado e milhares de seguidores.

Comente com Facebook