/Dunga desabafa: ‘Sou melhor do que era ontem’

Dunga desabafa: ‘Sou melhor do que era ontem’

Em quatro jogos, quatro escalações diferentes. Em sua imensa maioria, por opção de Dunga, que realizou três mudanças para enfrentar o Peru, nesta terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e acabou sendo ‘premiado’ com a vitória de 3 a 0 para fechar o ano de 2015 no terceiro lugar nas Eliminatórias, com sete pontos, e aliviar a pressão sobre o seu cargo.

 O treinador ressaltou o seu crescimento profissional.

Ele aproveitou ainda para discutir a suposta tendência de se valorizar o técnico estrangeiro em detrimento do local em situações semelhantes no futebol.

“Seguramente, fecho (o ano) com mais certezas (do que dúvidas). Uma das certezas é que sou melhor do que era ontem, e acho que isso é um ponto positivo”, afirmou, em entrevista coletiva.

Além de lançar Gil no lugar de David Luiz, suspenso, o tetracampeão mundial promoveu as entradas de Douglas Costa e Renato Augusto nas vagas dos santistas Ricardo Oliveira e Lucas Lima, respectivamente. O meia-atacante do Bayern de Munique acabou sendo o nome da partida.

Ele abriu o placar e participou dos outros dois gols – um deles marcado pelo atleta corintiano.

“Todo mundo fala em mudança tática e de sistema. Quando muda, cai o mundo. Mas a gente olha o comentário e ‘esse cara estudou’, ‘é fantástico’. Eu tentei me aprimorar, estudar opções, mudar características para tentar encaixar melhor a marcação e conseguirmos a supremacia no que temos de melhor”, prosseguiu.

Nessa linha, Dunga não descartou, por exemplo, a volta do camisa 9 mais adiante.

© André Mourão / MoWA Press Dunga orienta seleção brasileira na partida contra o Peru pelas Eliminatórias Mesmo com a excelente noite, em especial, de Douglas Costa e Willian mais abertos, o comandante ressaltou que pretende decidir o seu time de acordo com o estilo dos adversários.

O próximo compromisso da seleção será somente em 24 de março, contra o Uruguai, em local ainda a ser definido.

Comente com Facebook