/Com possível saída de Cunha, oposição discute quem deve ser substituto

Com possível saída de Cunha, oposição discute quem deve ser substituto

Mesmo garantindo que não vai sair, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pode acabar sucumbindo às suspeitas que envolvem seu nome. Essa é a visão de oposição e governo, que, segundo a Folha de S. Paulo, discutem qual seria o melhor nome para substitui-lo.

A reportagem analisa que partidos de oposição sabem que não será fácil eleger algum deputado de seus quadros. Então, estão em busca de um candidato que reúna as condições de ser um “novo Cunha”. Isso significa alguém que seja de um partido relevante da base governista e que se mostre disposto a continuar a ajudar nas tratativas do impeachment contra Dilma Rousseff. Um dos nomes que estão na lista é o do ex-governador de Pernambuco Jarbas Vasconcelos.

Já o Palácio do Planalto sabe que dificilmente o PT conseguirá um eventual sucessor de Cunha. Diante disso, o governo demonstra simpatia à ideia de apoiar o líder da bancada do PMDB, Leonardo Picciani (RJ). Ele está alinhado ao Planalto e é contra o impeachment.

No entanto, não existe nas regras da Câmara possibilidade de fazer um impeachment de Cunha. Ele só deixa o cargo por renúncia ou se tiver o mandato de deputado cassado.

Comente com Facebook