/Dentistas do Ceará agora contam com piso salarial

Dentistas do Ceará agora contam com piso salarial

Depois de muitos anos de luta, conseguimos estabelecer um piso estadual para nossa categoria que trabalha no setor privado (continuaremos a luta para que este piso também se faça valer no setor público também). Existem muitos lugares que pagam valores aviltantes aos nossos colegas dentistas e, agora, com o dissídio coletivo, essa triste história teve fim. Já está valendo!

O piso de 20 horas semanais ficou em R$ 2.364,00 (temos ciência que existem lugares que pagam menos que isso por 40 horas semanais trabalhadas).

1) O piso da categoria profissional fixado no valor de R$2.364,00 (dois mil, trezentos e sessenta e quatro reais) mensais, para uma jornada de 20 (vinte) horas semanais;

2) A data-base da categoria profissional fixada em 1° de janeiro de cada ano; O acordo foi homologado em 22/09/2015, pelo Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7), através da Relatora Fernanda Maria Uchoa de Albuquerque, nos autos do Dissídio Coletivo, cuja ementa publicada em 23/09/2015, segue abaixo:

DISSÍDIO COLETIVO DE NATUREZA ECONÔMICA. PEDIDO DE HOMOLOGAÇÃO DE ACORDO. EXTINÇÃO DO PROCESSO COM JULGAMENTO DO MÉRITO. Postulando o Ministério Público do Trabalho a homologação do acordo celebrado entre as partes nos autos da Mediação Nº 898/2015, e não havendo fatos impeditivos que obstem este ato judicial, é de se deferir o pleiteado e, via de consequência, extinguir o processo com julgamento do mérito, consoante o art. 269, inciso III. Esta CCT representa uma vitória da categoria, visto que, a grande maioria dos empregadores não vem reconhecendo a Lei do Piso da categoria (3.999/61). A partir da homologação, os cirurgiões-dentistas, com vínculo celetista, tem em suas mãos um instrumento jurídico de caráter impositivo aos empregadores, inclusive de forma retroativa, já que sua validade é a partir de janeiro de 2015.

Para o setor público, apesar de não possuir caráter impositivo, servirá como um instrumento de negociação importante para parametrizar a pauta de reivindicações dos servidores. Neste sentido, estamos convocando a categoria para uma assembléia geral para o próximo dia 15 de outubro, às 19 horas, no auditório da ABO-CE, para começarmos o processo de discussão das cláusulas da CCT / 2016 cuja negociação deverá ser iniciada em janeiro, bem como, discutirmos a pauta de reivindicações dos servidores municipais e estaduais.

(Blog do Eliomar).

 

Comente com Facebook