/Sarampo é erradicado no Ceará

Sarampo é erradicado no Ceará

A transmissão do vírus do sarampo foi interrompida no Ceará, conforme o Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira, 24. A erradicação do surto da doença no Estado era esperada desde o último dia 12 de setembro, conforme adiantado pelo O POVO. O último caso de sarampo foi confirmado em 6 de julho, ou seja, há 80 dias (10 semanas) não há casos de sarampo, segundo a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto do Ministério da Saúde e da Sesa, foram confirmados durante o surto 916 casos da doença em 38 municípios do Ceará, de 25 de dezembro de 2013 a 12 de setembro de 2015: um caso em 2013, 747 em 2014 e 168 este ano.

Segundo o governador do Estado, Camilo Santana, a erradicação é fruto de um trabalho de parceria entre ministério e secretaria. “Hoje, para nós, é um dia de muita alegria por estarmos anunciando a erradicação do sarampo. Muito obrigado a todos os profissionais de saúde do Ceará que tanto se empenharam para erradicar o sarampo”, disse, durante cerimônia em Brasília com o ministro da saúde, Arthur Chioro.

”O governador fez uma grande mobilização em Fortaleza e conclamou uma união do estado do Ceará. Essa mobilização foi decisiva para chegarmos a esse momento de hoje”, frisou o ministro. Em 2015, 164 pessoas foram infectadas pela doença no Ceará, sendo 70 delas em Fortaleza e 70 em Caucaia.

O Estado é responsável por 90,5% dos 958 casos da doença no Brasil, nos últimos dois anos. Antes do surto, o Ceará não apresentava casos desde o ano 2000. De acordo com a Sesa, o município com maior incidência foi Massapê com 347 casos por 100 mil habitantes, seguido por Uruburetama (298,5 casos por 100 mil habitantes). Este ano, a doença se desenvolveu principalmente na Capital e Região Metropolitana.

Campanhas
Em fevereiro de 2014, foi iniciada a campanha de combate ao sarampo nos 184 municípios do Estado, com vacinação da população de risco, reorientação e sistematização das ações de bloqueio e varredura. Entre março e junho de 2015, foi intensificada a vacinação da população de 5 a 29 anos em Fortaleza, Caucaia e Itaitinga. Em Paracuru, houve intensificação da vacinação na população de 5 a 39 anos.

A Sesa, junto com o Ministério da Saúde e da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), ainda realizou uma segunda varredura no período de 27 de julho a 22 de agosto, a fim de interromper a transmissão do vírus do sarampo nos municípios de Caucaia e Fortaleza, com 71 vacinadores nos dois municípios.                                          (O Povo Online).

Comente com Facebook