/Inca aponta três novos casos de câncer de mama por dia em Fortaleza

Inca aponta três novos casos de câncer de mama por dia em Fortaleza

Até o fim do ano, cerca de três novos casos de câncer de mama serão registrados em Fortaleza, com até uma morte por dia pela doença. São os números apontados na estimativa para 2015 do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Em todo o Estado, incidência deve ser de 1.900 novos casos com 520 mortes.

Médicos do Instituto do Câncer do Ceará (ICC) apontam dificuldades no acesso ao diagnóstico precoce como motivo para as estatísticas. Em 2014, a estimativa do Inca apontou 850 novos casos em Fortaleza e 2.060 no Ceará. De acordo com o chefe do Serviço de Mastologia do ICC, Francisco Pimentel, números de mortalidade por câncer de mama vêm aumentando no País por dois possíveis motivos. Um deles é a demora na identificação da doença. “O acesso das mulheres ao tratamento também é outro fator”, afirma.

Reginaldo Costa, superintendente clínico do Hospital Haroldo Juaçaba (HHJ), diz que quando pacientes com chances de ter a doença buscam um único local para fazer exames e diagnóstico, o tratamento em tempo hábil se torna mais eficaz. “O paciente poder, dentro de um mesmo local, ter acesso rápido, seguro e confiável ao diagnóstico torna o tratamento mais fácil”, informa.

Outubro rosa

O tema da campanha Outubro Rosa 2015, da Rede Mama, é o diagnóstico do câncer em tempo hábil para maiores chances de cura. Haverá palestras ao longo do mês para conscientizar as mulheres sobre os exames de prevenção e tratamento.

De acordo com Francisco Pimentel, cerca de 25% das mulheres brasileiras entre 40 e 70 anos não fazem o exame anual de prevenção. Ainda segundo o mastologista, mulheres têm de 10% a 14% de chances de ter câncer de mama se não houver fator de risco. “Uma em cada oito mulheres vai ter câncer de mama durante a vida”, diz, informando que este é um dado norte-americano que, possivelmente, vale para o Brasil.

O lançamento oficial do Outubro Rosa no ICC será no próximo dia 29, com palestra no shopping Iguatemi. Já a Rede Mama lançará a campanha no dia 30 deste mês, com iluminação simbólica no Centro Dragão do Mar. O Grupo de Comunicação O POVO é parceiro da campanha e promoverá uma exposição de fotos de mulheres mastectomizadas no Espaço O POVO de Cultura e Arte, na primeira semana de outubro.                                                                                                                                                  (O Povo Online).

Comente com Facebook