/Camilo mantém concursos e convocações

Camilo mantém concursos e convocações

Concursos e convocações no Estado continuam mantidos, mas novos certames vão depender do ritmo da economia até o final deste ano. A informação foi dada ontem pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), durante lançamento do selo de certificação de artesãos no Palácio da Abolição. Ele também assegurou que o Estado já vem fazendo o ‘dever de casa’ em relação ao enxugamento da máquina, mas a possibilidade de novas medidas de contingenciamento não está descartada.

Para dar mais fôlego à iniciativa privada e garantir a atração de novos investidores para o Estado, um pacote de medidas de estimulo à economia deve ser entregue dentro de duas semanas para Assembleia Legislativa do Ceará (Alece).

“Todos os concursos do Estado estamos mantendo e estamos chamando. Agora, novos concursos, nós temos que esperar como vai se comportar a economia até o final do ano”, afirmou. Ele explica que, desde janeiro, o Governo cortou 25% dos cargos comissionados no Estado. O que representou uma economia até agora de R$ 30 milhões.

“Eu tenho feito o dever de casa, mas nós vamos manter medidas. Apesar do Ceará ser um estado que esteja em uma das melhores situações financeiras e fiscais, mas não podemos pensar em um horizonte até o final do ano. Nós temos que pensar em 2016”, afirmou.

Favorável à recriação da CPMF, Santana vem pleiteando, junto com outros governadores e prefeitos, participação nas discussões no Congresso Nacional. Ontem, ele voltou a defender que o tributo incida apenas em quem ganha acima de 15 salários mínimos, mas destacou que o importante é encontrar uma saída para crise.

“Eu acho que é preciso ter o debate, mas é preciso ter união e muita responsabilidade.Existe uma proposta e vamos debatê-la”.

Ontem, o governador participou também de reuniões com representantes do Banco do Nordeste, Banco do Brasil e Caixa Econômica para alinhavar os detalhes do novo pacote de medidas de estímulo à economia que serão criadas no Estado.

(O Povo Online).

Comente com Facebook