/Método ajuda a controlar emoções em concursos e exames como o Enem

Método ajuda a controlar emoções em concursos e exames como o Enem

Faltando poucas semanas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, é possível que a pressão por resultados satisfatórios e o estresse causado pelo ritmo desenfreado de estudos tomem conta dos candidatos. Para não se tornar vítima do próprio cansaço e cometer erros primários durante as provas, o estudante precisa, entretanto, reservar um tempo para descansar e permitir que o cérebro absorva o conhecimento adquirido durante o dia.

Uma técnica de reprogramação da mente promete alinhar os diferentes níveis neurológicos (visão, identidade, crenças, habilidades, comportamento e ambiente) e, a partir disso, melhorar a concentração e a habilidade criativa. Francinete Giffoni, psiquiatra que costuma aplicar essa técnica, comenta que as escolas ensinam a aperfeiçoar somente o hemisfério esquerdo do cérebro – responsável pela racionalidade. Assim, o lado direito, mais intuitivo, criativo, fica subutilizado. “Não é justo cobrar do jovem um desempenho excelente porque não foram dadas a ele essas conexões (cerebrais)”, explica.

“O aspecto emocional do candidato precisa ser muito bem cuidado”, destaca Giffoni ao explicar que o mesmo problema acontece com quem, para se dedicar aos estudos para concurso, renuncia, muitas vezes, ao trabalho, ao lazer e aos momentos de descanso.

“Essa renúncia tem que ser planejada”, explica a psiquiatra. É por isso que, para os pacientes, ela costuma recomendar uma reprogramação do estilo de vida, para “distribuir harmoniosamente o tempo e os esforços na saúde corporal, na saúde psíquica, na religiosidade, na alimentação, na assistência à família…”.                                  (O Povo Online).

 

Comente com Facebook