/O voo de Ricardinho

O voo de Ricardinho

No site “O Antagonista”
Ricardo Fenelon Jr. é um cara de sorte. Advogado, 28 anos, casou-se recentemente com a filha do senador Eunício Oliveira, do PMDB, num festão que reuniu 1 200 pessoas em Fortaleza, inclusive Dilma Rousseff. Um mês depois, foi indicado para ser diretor da Agência Nacional de Aviação Civil…

Amanhã, a Comissão de Infraestrutura do Senado vai examinar a indicação do moço. Suas credenciais aeronáuticas: ser genro de Eunício de Oliveira.

A lei diz que, para ser diretor da Anac, é preciso ser uma pessoa com “elevado conceito no campo da aviação”. Ricardo Fenelon Jr. trabalhou um pouquinho na procuradoria da agência, ajudando a achar malas extraviadas ou algo que o valha, e teve um blog chamado Hangar20. Também quase causou um grave acidente aéreo quando passou a localização errada de uma pista para o piloto de um aviãozinho que o transportava com Marcela, há quatro anos, segundo uma reportagem de Julia Duailibi. Vale ter muitas milhas acumuladas? O Antagonista tende a crer que não.

É nisso que dá ter um governo como o de Dilma Rousseff: para tentar se segurar, indica genro de aliado, filho de aliado e papagaio de aliado (papagaio pelo menos tem asas) até para cargos que não deveriam ser sinecuras.

Fonte: No site “O Antagonista”

Comente com Facebook