/Decretada prisão preventiva de dupla detida com ecstasy em aeroporto de Fortaleza

Decretada prisão preventiva de dupla detida com ecstasy em aeroporto de Fortaleza

O juiz Ernani Pires Paula Pessoa Junior, titular da 1ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas de Fortaleza, converteu, em preventiva, a prisão em flagrante de Leandro Domingos Fernandes e Eduardo Augusto Alves e Silva. A dupla havia sido presa no último dia 22, com 1.575 comprimidos de ecstasy no Aeroporto Internacional Pinto Martins, na Capital.

 

O magistrado explicou que a conversão prevenirá a reincidência do crime pelos acusados, “os quais parecem fazer da comercialização ilícita de drogas seus únicos meios de vida, assim como preservará o meio social e a própria credibilidade da Justiça, em face da repercussão do tráfico nesta cidade”.

 

Também afirmou que o delito é grave, sendo equiparado a hediondo. “Há a necessidade da sua custódia cautelar [dos réus], para garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal”. Eles foram acusados de tráfico de drogas e de associação para o tráfico.

 

Segundo os autos (nº 0167089-81.2015.8.06.0001), eles estavam sendo investigados pelo comércio do entorpecente em “raves”. A abordagem policial ocorreu por volta das 2h, quando Eduardo desembarcava e Leandro o recepcionava. Também foram apreendidos um carro, um celular e um notebook.

 

Ao analisar o caso na quinta-feira (25/06), o juiz também destacou que a medida foi necessária para assegurar a prova processual, evitando possíveis aliciamentos e ameaças às testemunhas. Ele considerou “a extrema violência reinante no mundo do tráfico de drogas, onde muitas vezes há execuções de pessoas, por não se submeterem à lei do silêncio”.

 

Determinou, ainda, o envio de ofício à autoridade de polícia competente para destruir a droga no prazo de 15 dias.

 

– See more at: http://www.tjce.jus.br/noticias/noticia-detalhe.asp?nr_sqtex=36399#sthash.0BBgpHR0.dpuf

Comente com Facebook