/Fato Grave: Brasil perde mais um filho para o mundo das drogas

Fato Grave: Brasil perde mais um filho para o mundo das drogas

O governo qualificou como um “fato grave” para relação entre o Brasil e a Indonésia a execução do brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte por tráfico de drogas. Gularte foi fuzilado na tarde desta terça-feira (28), madrugada na Indonésia. De acordo com o Itamaraty, a execução “fortalece a disposição brasileira de levar adiante, nos organismos internacionais de direitos humanos, os esforços pela abolição da pena capital”.

Por meio de nota, o Itamaray disse que o governo brasileiro recebeu com “profunda consternação” a confirmação da execução de Gularte. Ele foi o segundo cidadão brasileiro a ser executado na Indonésia em 2015. Em janeiro, Marco Archer também foi fuzilado pelo crime de tráfico de drogas.

“A execução de um segundo cidadão brasileiro na Indonésia, após o fuzilamento de Marco Archer Cardoso Moreira, em 18 de janeiro deste ano, constitui fato grave no âmbito das relações entre os dois países e fortalece a disposição brasileira de levar adiante, nos organismos internacionais de direitos humanos, os esforços pela abolição da pena capital”, diz a nota do Itamaraty.

“O Governo brasileiro transmite sua solidariedade e seu mais profundo pesar à família de Rodrigo Muxfeldt Gularte”, completa o texto.

Comente com Facebook