/A polêmica do Miss Universo e o Governo do Estado do Ceará

A polêmica do Miss Universo e o Governo do Estado do Ceará

Por ocasião da realização do concurso Miss Universo no próximo fim de semana, de uma hora para outra surgiu uma polêmica envolvendo o Governo do Estado do Ceará e os organizadores do evento. A assessoria do governo tratou de esclarecer o fato. Confira as duas faces da notícia:

A POLÊMICA

Representantes do Governo do Estado do Ceará estão em Miami, na Flórida, nos Estados Unidos, negociando com diretores do Miss Universo para que em 2016 o concurso seja realizado em Fortaleza. O governo cearense promete arcar com todas as despesas das moças durante os 15 dias em que elas ficarem no estado. Isso sem falar nos gastos com a realização e transmissão do evento em si, que tem um custo altíssimo.

Em troca, os cearenses pedem nada mais nada menos que o título de Miss Universo deste ano seja dado à cearense Melissa Gurgel (foto), de 20 anos, eleita Miss Brasil na última edição do concurso. O concurso acontece no próximo domingo, na cidade americana.

Melissa tem 1,68m, a altura mínima pré-estabelecida para o concurso. O Brasil sediou o Miss Universo pela primeira vez em 2011, em São Paulo. Na época, quem venceu foi a angolana Leila Lopes.

A NEGAÇÃO

Melissa Gurgel, Miss Brasil 2014, irá participar da Miss Universo no próximo fim de semana, em Miami, nos Estados Unidos.

De acordo com o colunista Leo Dias, do jornal O Dia, o Governo do Estado do Ceará fez uma proposta aos diretores do Miss Universo para que em 2016 o concurso seja realizado em Fortaleza com tudo pago, inclusive as despesas de realização e transmissão e os gastos das concorrentes durante os 15 dias que ficarem no estado.

Em troca desses favorecimentos, o estado pede que a cearense ganhe a coroa de Miss Universo 2015.

Segundo O Governo do Estado do Ceará, não existe nenhuma negociação com a direção do evento e nenhuma proposta para o Miss Universo ser realizado em Fortaleza.

Comente com Facebook