/TSE cassa mandato da senadora Juíza Selma e determina nova eleição em Mato Grosso para vaga

TSE cassa mandato da senadora Juíza Selma e determina nova eleição em Mato Grosso para vaga

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por 6 votos a 1 decidiu, nesta terça-feira (10/12), cassar o mandato da senadora Juíza Selma (Podemos-MT), condenada por abuso de poder econômico e captação ilícita de recursos durante a campanha de 2018.

Os suplentes da senadora Gilberto Possamai e Clerie Fabiana Mendes, também foram cassados. Com isso, o TSE determinou a realização de nova eleição em Mato Grosso para preencher a cadeira que será deixada por ela no Senado.

Selma e Possamai, seu primeiro suplente, foram tornados inelegíveis por oito anos.

Com 678,5 mil votos, a senadora se elegeu pelo PSL adotando um forte discurso de combate à corrupção, o que lhe rendeu o apelido de “Moro de Saia”, em referência a Sérgio Moro, ex-juiz da Lava Jato e ministro da Justiça do governo Bolsonaro. Posteriormente, Selma migrou para o Podemos.

Para que Selma seja afastada, é preciso que o TSE notifique o Senado, o que só ocorrerá após a publicação do acórdão do julgamento.

 

 

Comente com Facebook