/Fortaleza passa com facilidade pelo Santa Cruz e vence primeira no Nordestão

Fortaleza passa com facilidade pelo Santa Cruz e vence primeira no Nordestão

Em campo, na Arena Castelão, neste sábado (08/02),  enfrentaram-se dois times tradicionais, donos de grandes torcidas, força regional e de dois títulos do Nordestão – um para cada lado. Mas o equilíbrio sugerido por esses fatores ficou só na teoria. O Fortaleza, na prática, foi amplamente superior ao Santa Cruz e não precisou nem fazer muita força para vencer por 3 a 0 na terceira rodada da Copa do Nordeste. Os gols do primeiro triunfo do time de Rogério Ceni na competição da qual é atual campeão foram marcados pelos atacantes David e Wellington Paulista, duas vezes, ambos de pênalti.

Com a vitória, o Fortaleza chega aos cinco pontos e pula para a primeira posição do grupo A da Copa do Nordeste. Pode, contudo, ser ultrapassado ao fim da terceira rodada: River, Bahia e ABC podem ultrapassá-lo. Já o Santa está em situação oposta: não conseguiu vencer ainda na competição e, com um ponto apenas, é o vice-lanterna do grupo B. Está na frente apenas do CSA, que pode passar se vencer o clássico contra o CRB no domingo.

O Tricolor do Pici tem agora um compromisso internacional: viaja à Argentina, onde enfrenta, na quinta-feira, o Independiente, em Avellaneda, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Já o Tricolor pernambucano joga na terça-feira. Recebe, no Arruda, às 20h, o Salgueiro.

Indicado pessoalmente pelo técnico Rogério Ceni, o atacante David foi contratado este ano pelo Fortaleza como maior investimento da história de um clube cearense: 45% de seus direitos econômicos custaram R$5 milhões ao Tricolor do Pici. Contra o Santa, neste sábado, o ex-Cruzeiro e Vitória marcou o primeiro gol com a camisa da nova equipe.

O meia Mariano Vázquez e o atacante Romarinho, cada um no seu estilo, fizeram a diferença em favor do Fortaleza. O argentino conseguiu ditar o ritmo e deu passes preciosos – um deles gerou o segundo pênalti do jogo. Já Romarinho, em alta velocidade, infernizou a defesa do Santa Cruz e não teve dificuldade nem quando Denilson fez marcação individual. Foi dele a assistência para o gol que abriu o marcador, de David.

Quer um indicativo da atuação fraca do Santa Cruz? É que o goleiro Maycon Cleiton, mesmo com três gols sofridos, foi um dos melhores do time em campo. Não teve culpa nos gols que levou e ainda praticou defesas importantes, evitando que o placar fosse ainda maior./ge

Comente com Facebook