/Eliane Cantanhêde: “saiu o aparelhamento de esquerda, entrou o de direita”

Eliane Cantanhêde: “saiu o aparelhamento de esquerda, entrou o de direita”

A colunista do Estadão, Eliane Cantanhêde, traz em seu artigo desta sexta-feira (29/11) uma análise sobre o momento político em que vive o Brasil na era Bolsonaro. Para ela, o País deixa de viver um aparelhamento de esquerda para viver um aparelhamento de direita.

“Um negro que nega o racismo, uma índia contrária aos movimentos indígenas, um diretor da Funai aliado aos ruralistas, a estrutura de Meio Ambiente descolada do Meio Ambiente, um secretário de Cultura que xinga Fernanda Montenegro, uma secretária de Audiovisual distante do cinema e da televisão. Sem falar em ministros.” diz Eliane em um trecho do artigo.

A autora finaliza o texto dizendo: “Na era Lula e PT, “nós contra eles”, “cumpanheirismo”, ideologia e aparelhamento do Estado, que deu no que deu: desmandos, incompetência, corrupção. Saiu o aparelhamento de esquerda, entrou o de direita. A esquerda pela esquerda, a direita pela direita. Pobre Brasil.” pontua Cantanhêde.

 

Comente com Facebook